Telefone: (62) 3233-0010 Email: stiueg@uol.com.br Contato Hino STIUEG

Leia..

Cesta Básica Nacional

Salve e compartilhe
17/01/2011
Custo da cesta básica tem forte alta
na maioria das capitais em 2010


Catorze, das 17 capitais onde o DIEESE - Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos – realiza mensalmente a Pesquisa Nacional da Cesta Básica registraram aumento acima de 10,0% no conjunto de gêneros alimentícios essências durante o ano de 2010. As maiores elevações foram apuradas em Goiânia (22,90%), Recife (19,96%), Natal (18,14%) Manaus (16,73%), Fortaleza (16,21%) e São Paulo (16,20%). Aracaju (3,96%), Brasília (5,15%) e Porto Alegre (6,13%) foram as localidades com as menores variações acumuladas.

O comportamento dos alimentos básicos em 2010 foi oposto ao apurado em 2009 quando, no final do ano, 16 das 17 cidades acompanhadas apresentavam recuo nos preços dos gêneros de primeira necessidade.

No mês de dezembro, em oito capitais, os produtos básicos tiveram queda enquanto nas outras nove cidades o preço da cesta aumentou. Natal, com alta de 6,78% e Curitiba, onde o aumento foi de 2,05%, apresentaram as maiores variações. Já as baixas mais significativas ocorreram em Salvador (-4,24%) e Aracaju (-2,17%).

Em dezembro, São Paulo continuou a ser a capital onde o custo da cesta foi mais elevado, atingindo R$ 265,15, ainda que tenha subido apenas 0,20% em relação a novembro. Com alta de 0,95%, Porto Alegre registrou o segundo maior custo (R$ 252,15), com valor muito próximo do registrado em Manaus – de R$ 252,06 – resultado de um aumento de 0,60%. Apenas Aracaju – onde os produtos básicos custaram R$ 175,88 - e João Pessoa (R$ 194,24) apresentaram custo inferior a R$ 200,00.

Salário mínimo necessário

Com o valor da cesta apurado na capital com o maior custo para os produtos básicos – que em dezembro foi São Paulo - o DIEESE estima mensalmente o valor do salário mínimo necessário, levando em consideração preceito constitucional que estabelece que o salário mínimo deve suprir as despesas de um trabalhador e sua família com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência. Em dezembro, o salário mínimo necessário deveria ser de R$ 2.227,53, o que corresponde a 4,37 vezes o mínimo então em vigor, de R$ 510,00. Em decorrência da alta ocorrida nos alimentos básicos, este valor é ligeiramente superior ao apurado em novembro, de R$ 2.222,99, ou seja, 4,35 vezes o custo da cesta. Em dezembro de 2009, o mínimo foi estimado em R$ 1.995,91, o que representa 4,29 vezes o menor salário de então, de R$ 465,00.

  Veja, aqui, o texto completo da cesta básica



Goiânia
Dezembro de 2010
Produtos Quantidades Gasto Mensal
Variação
anual
%
Tempo de Trabalho(1)
Dezembro
de 2009
R$
Dezembro
de 2010
R$
Dezembro
de 2009
Dezembro
de 2010
Carne 6 kg 61,14 88,44 44,65 28h56m 38h09m
Leite 7,5 l 12,23 15,30 25,10 5h47m 6h36m
Feijão 4,5 kg 9,36 18,63 99,04 4h26m 8h02m
Arroz 3 kg 4,98 5,46 9,64 2h21m 2h21m
Farinha 1,5 kg 2,46 3,03 23,17 1h10m 1h18m
Batata 6 kg 9,84 8,34 -15,24 4h39m 3h36m
Tomate 9 kg 16,20 13,14 -18,89 7h40m 5h40m
Pão 6 kg 37,86 42,48 12,20 17h55m 18h19m
Café 600 g 5,90 6,45 9,32 2h47m 2h47m
Banana 7,5 dz 13,58 12,90 -5,01 6h25m 5h34m
Açúcar 3 kg 4,38 5,76 31,51 2h04m 2h29m
Óleo 900 ml 2,25 2,55 13,33 1h04m 1h06m
Manteiga 750 g 10,72 12,13 13,15 5h04m 5h14m
Total da Cesta 190,90 234,61 22,90 90h19m 101h12m

(1) Tempo que o trabalhador de salário mínimo precisa para comprar a Ração Essencial
(Decreto Lei no. 399 de 30/04/1938 )

 

leia mais..

Destaques

Newsletter

Stiueg

O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas no Estado de Goiás (STIUEG) teve seu início no ano de 1949, com a criação da Associação dos Funcionários da CELG. O segundo passo importante dessa história foi dado com a extensão de base para a Associação dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas no Estado de Goiás...

Onde estamos

® STIUEG.ORG.BR
Rua R-2 nº 210 Setor Oeste
Goiânia - Goiás CEP: 74125-030
Telefone: (62) 3233-0010
Email: stiueg@uol.com.br

Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Supera Web X